Publicado por admin em 30 de janeiro de 2020

Saiba como atuar no mercado de maquetes eletrônicas

Se você já estudou, terminou a sua faculdade e já preparou algum projeto em um grande centro, pode ser que já tenha descoberto qual a sua maior qualidade: produzir maquetes eletrônicas.

A pergunta que logo vem: É difícil atuar neste mercado? É um mercado com fluente crescimento no setor urbano e de arquitetos, além de que projetos em 3d como revestimentos tendem a impressionar e podem ser mais acessíveis do que os clientes, com pessoas rápidas e precisas neste trabalho.

Os seus clientes querem projetos realistas e que condizem com o ambiente, aliado a ótimas opções para a infraestrutura do lugar que ele está planejando.

Por onde eu devo começar?

Quando você já esteja pronto e decidido de que é com isso que você deseja trabalhar, é possível aprender de diversas formas e se aprimorar todos os dias em projetos de maquetes eletrônicas. Precisa como toda área que pode render ótimo lucro de estudo, constante inclusive.

Busque aprender com os melhores. Faça cursos na Internet e seja pago ou não, veja vídeos e leia muitos conteúdos, apostando também na compra de livros. Tudo para que você desenvolva todas as práticas de desenvolvimento de maquetes eletrônicas, atraindo cada vez mais trabalhos para si.

O seu trabalho precisa ser valorizado. Domine sistemas como o CAD 2D e assim elabore todos os dias mais detalhes em seus projetos 3d. Não dá para trabalhar sem um bom computador, e com um software poderoso.

Por alguns softwares de projeção para maquetes eletrônicas 3d serem uns poucos pesados, logo vai a importância de possuir um computador moderno e com bastante espaço disponível, que você possa levar para reuniões de trabalho, como um notebook. Um bom processador como Intel Duo ou Core pode te ajudar em suas criações.

Qual programa eu devo utilizar?

Isso dependerá muito do seu objetivo, de o quanto almeja. Se você deseja criar uma maquete eletrônica que seja completa, realista e do jeito que os seus clientes exigem minimamente, é necessário trabalhar com um software de alto padrão.

São vários softwares pagos no mercado, que podem te acompanhar em todo o processo, com métricas de desenvolvimento do seu projeto e outros detalhes tecnológicos. Veja algumas opções de softwares para trabalho nesta área:

Sketchup: Possui versões gratuitas e pagas, sendo a versão paga muito mais completa e com opções completas para seu uso. Indicado para quem busca usá-lo em trabalhos com mais realidade, inicial para renderização. O mais indicado a nosso ver.

Blender:  Software livre para a renderização dos projetos. Está ficando muito popular nos últimos tempos, principalmente pela simplicidade em seu uso, aliado a liberdade do sistema.

Kerkythea: Um software gratuito que pode te oferecer todos os efeitos, reflexos e imagens com luz. Ótimo para profissionais com grande habilidade de design e criação em 3D.

V-Ray: Programa de renderização que irá deixar os projetos com cara de fotografia, parecido com programas como Corel Draw e Photoshop.

3D Studio Max: Ele é utilizado em conjunto com o programa AutoCAD, sendo um programa de difícil utilização que auxilia na renderização e aplicação de materiais. Assim como o Kerkythea, é bom para dar mais iluminação aos seus projetos.

Campo de atuação

Este mercado vem crescendo atualmente, visto a expansão da tecnologia e de projetos 3d em grandes centros, como São Paulo e Rio de Janeiro, aliado a grandes edifícios inaugurados todos os dias.

Há muitas oportunidades, até mesmo para quem deseja começar trabalhando como freelancer. Hoje alguns arquitetos somente trabalham com maquetes eletrônicas, visto a praticidade de poder montar seus projetos em qualquer lugar, pela segurança e por que está muito bonito essa forma de trabalho atualmente, assim como tudo que é facilitado pela tecnologia.

Você poderá atuar como um microempreendedor ou mesmo sendo funcionário de um escritório, assim você fornecerá maquetes eletrônicas para diversos escritórios, dos mais variados nichos.

Um dos segmentos que mais empregam essa profissão é o ligado a arquitetura e urbanismo.

 

Tipos de serviços a serem oferecidos

Atuando com mercados eletrônicos você pode focar especificamente em um único nicho, assim como os arquitetos ou engenheiros. Tem como focar na visualização de produtos, decoração e plantas baixas em 3d, modelar projetos em 3d tanto para arquitetos e engenheiros.

Pode pensar em passeios virtuais, construções e ambientes planejados, para até mesmo projetos de estádios de futebol, as possibilidades são ilimitadas. E você precisa de muita paciência para desenvolver o projeto, sendo que esse é um trabalho muito parecido com o que os arquitetos fazem e mesmo com a ajuda da tecnologia, nada que pode gerar muito dinheiro é fácil.

Busque sempre locais ou referencias altas para trabalhar, tendo assim profissionais qualificados para te auxiliar. Assim você pensa também em como ganhar tempo na profissão. Esta é uma carreira que tende a ganhar ainda mais força em todas as regiões do Brasil.