Como a tecnologia evolui exponencialmente, o mercado de trabalho deve acompanhar essa movimentação, para não ficar defasado. A maquete eletrônica é uma dessas tecnologias que agora são essenciais para o mercado de imóveis.

A venda de imóveis mudou de forma dramática devido ao surgimento dessa tecnologia, mudando a forma de se lançar um empreendimento imobiliário. Pois, mostrar a estrutura de uma casa ou prédio detalhadamente através de uma maquete eletrônica é algo que dá uma facilidade imensa quando o assunto é fazer negócio com os imóveis à venda.

 

Vantagens da maquete eletrônica para um empreendimento imobiliário 

A maquete eletrônica, que é uma visão em três dimensões que simula um ambiente real, proporciona a confecção de um novo tipo de planta, chamada planta humanizada, que é um desenho de alguma estrutura da vida real, como o interior de uma casa, com muito mais detalhes do que uma planta normal.

Ela contém mais efeitos de texturização, desenhos, efeitos, luz e implementação de imóveis juntos ao desenho. Tudo para dar maior interação entre um profissional, como o arquiteto, e seu cliente. Um profissional consegue visualizar uma planta normal e entender tudo o que está nela, contudo, uma pessoa leiga tem mais dificuldades para compreender o que é mostrado pela planta.

A planta humanizada serve exatamente para que o cliente entenda perfeitamente tudo o que está na planta, sem ter de esforçar sua imaginação. Quando menos dúvidas ele tiver, maiores são as chances de venda. Ao invés do cliente ver uma planta sem graça, descolorida e sem beleza, ele poderá ver perfeitamente como verá sua casa, com todas as cores e texturas que darão vida ao desenho. O que deixa tudo mais claro e acessível.

Isso causa muito menos estranheza a ele, à medida que os arquitetos e engenheiros terão menos trabalho para entrar em consenso com seus clientes, o que se configura, consequentemente, em vendas.

Imagine o quanto deve ser difícil mapear terrenos acidentados ou extensos sem poder cometer erros de cálculo, pois estes poderiam significar até mesmo graves acidentes na construção civil. Algo que já aconteceu, infelizmente, diversas vezes.

Engenheiros e arquitetos sofrem muito devido a essas variáveis. Mas os drones são uma tecnologia vem sendo uma grande divisora de águas nesse meio.

Com eles, é possível fazer a captação de imagens de terrenos com uma leveza imensa. Além deles poderem averiguar todos os ângulos de um terreno sem grandes problemas.

Essa facilidade otimizou muito o tempo antes gasto na etapa de medição de um projeto. E, do mesmo modo, garantiu mais precisão do anteriormente.

O mapeamento feito pelos drones teve um papel significativo também sobre as maquetes eletrônicas, que podem usar as imagens captadas pelos drones para desenvolver imagens em 3D. Tanto profissionais quanto clientes podem se utilizar dela à fim de melhorar planejamento de futuras obras.

Toda essa otimização, obviamente, tornou a comercialização de terrenos e negociação de projetos mais palpáveis para todos os personagens envolvidos nesse meio.

 

Vantagens da maquete eletrônica quanto a maquete tradicional:

Apesar de vários críticos levantarem argumentos falando que a maquete eletrônica também é muito trabalhosa para um profissional, muitos se esquecem de como é o processo de criação de uma maquete tradicional.

Em tempos de pandemia, o deslocamento na sociedade ficou muito prejudicado. Se um cliente tiver que viajar para analisar um imóvel, por exemplo, a dificuldade da viagem pode afetar na finalização da venda. O cliente pode desistir dela só por ter de viajar para ver o imóvel.

No entanto, a maquete eletrônica tem um uso muito importante nessa situação. Pois, através dela, imóveis podem não ser somente vistos pelo cliente em 3D, mas também podem ser analisados e modificados em tempo real em um software.

Isso traz uma grande praticidade para clientes e vendedores, já que haverá economia de ambos os lados. Além disso, há uma alta otimização da venda, que, quanto antes fechada, menos chances tem de sofrer alguma interferência de fatores externos. A maquete tradicional, apesar de ser algo muito legal, perde em todos os quesitos para uma maquete eletrônica.

Quanto ao aspecto econômico, a maquete eletrônica custa cerca de um quarto da maquete tradicional; já na agilidade, a maquete eletrônica, ao contrário da tradicional, pode ser feita em cerca de 10 dias, dependendo da complexidade do projeto. Ao contrário da maquete tradicional, que dificilmente é feita em menos de meses; por último, mas não menos importante, a praticidade da maquete eletrônica é muito grande, pois ela pode ser modelada à vontade, dependendo somente dos recursos do software que usa, em contraste à tradicional, que depende de vários recursos diferentes.

 

Conclusão

Por meio de todos estes argumentos sólidos, podemos certificar que a maquete eletrônica pode facilitar muito a sua vida.

E esta não é uma facilidade trapaceira, com algum furo, mas sim uma facilidade orgânica, que não te trará qualquer prejuízo. Pelo contrário, te trará imensas vantagens.

Falar com especialista.
💬 Precisa de ajuda?
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?